.Cancele a Assinatura

.posts recentes

. Vamos ajudar o MSM - Movi...

. Serra recomenda “discriçã...

. Escolha de Índio para vic...

. Procura-se uma oposição s...

. O novo vice de Serra

. Tijolaço: Rede convoca Di...

. DUNGA em: Um Dia de Fúria...

. A cobertura de Lula em Is...

. FIFA elimina o Morumbi e ...

. Só São Paulo salva o tuca...

.subscrever feeds

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

O PIG como adolescente despeitado e criança mimada.

 

A “grande” mídia como Folha, Globo, Veja e outras, o famoso PIG (*), está se comportando como um adolescente com inveja e despeito, aquele com dinheiro, bonito, acostumado com a atenção sobre si, vaidoso e prepotente, que quando fala todos escutam e muitos o seguem, mas que ultimamente não está sendo escutado e nem seguido assim. Digo adolescente, pois suas críticas e argumentos são frágeis, incoerentes e inconsistentes sem nenhuma maturidade.

 

Refiro-me as críticas dessas “organizações” acima sobre o filme “Lula, o filho do Brasil”.

 

O globo, como já disse aqui, em uma coluna no seu site faz um trocadilho infeliz, “o filho do capital”, fazendo severas críticas sobre os patrocinadores, como as empreiteiras que estão participando de obras federais, ora empreiteiras que fazem obra em todo o Brasil, inclusive em grandes obras de São Paulo como Metrô e Rodoanel, caso da OAS e Camargo Corrêa, obras do governo José Serra (aliás, as únicas e com vários problemas). O orçamento do filme, um dos maiores do Brasil, precisava de grandes patrocinadores e quais grandes empresas que não tem negócios com o governo federal? A própria globo tem uma das maiores contas do governo em publicidade, senão a maior. A maior incoerência é que o globo critica o filme de várias maneiras, nesta coluna há um link pra a crítica do filme, mas a GLOBO FILMES é co-produtora do filme e a GLOBO quer faturar muito em cima da minisérie que pretende lançar. Interessante é que no site do G1 (que é da globo) não achei críticas severas como em outras mídias e nem que a GLOBO FILMES é co-produtora do filme e que a TV GLOBO tem prioridade sobre o material para lançar a minisérie. Só fui saber disso no UOL.

 

A folha através de um tal Fernando de Barros e Silva faz críticas ao filme que demonstram claramente preconceitos, mesmo eu não assistindo o filme percebo facilmente na sua crítica o que disse acima, no caso o próprio, não um adolescente mas “um mauricinho engomadinho da Folha de São Paulo, um moleque que se acha a quinta-essência da intelectualidade” como disse Eduardo Guimarães em seu blog.

 

Leia o trecho abaixo:

 

Se a expressão "filme B" designa as produções rudimentares, o cinema menor destinado ao consumo ligeiro, parece que agora estamos diante de um novo fenômeno: o "filme C". Com "Lula, o Filho do Brasil", o melodrama épico da vitória pessoal sobre a pobreza se converte em ideologia de uma época.

 

Lendo-se outras críticas sobre o filme percebe-se o exagero deste, exagero pertinente a uma pessoa enciumada. O texto está repleto desse tipo de crítica. (leia o texto aqui)

 


Mas o ataque maciço vem da revista veja com a reporcagem de capa. Com várias páginas, ela começa com uma crítica mais suave e vai subindo o tom no decorrer da reporcagem até chegar a uma comparação do filme com a hagiografia de Cristo (depois é o Lula que faz comparações descabidas com Cristo). A reporcagem não é agressiva, a parte suja, como sempre, ela deixa para seus dois “jornalistas”, ou melhor, adestrados (**) R.A. e D.M. (***) em suas colunas e blogs, mas está cheia de insinuações, contradições, incoerências e exageros. Leia no texto abaixo a inserção tola de um exagero:


 ...Lula amargou escândalos, viu a dissolução ética de seu partido, observou de mãos atadas uma recessão econômica de quase dois anos que por pouco não paralisou seu governo.

 

Escândalo que o PIG (*) criou, dissolução ética do PT fica só no desejo da veja e o mais leigo dos cidadões sabe que a recessão durou apenas dois trimestres e não paralisou nada. Observou de mãos atadas??? O governo Lula agiu muito e rápido, tomando medidas reconhecidas mundialmente como corretas.

 

Resumindo, todas as reporcagens que seguem a linha editorial desses meios de comunicação são reporcagens cheias de insinuações, incoerências, inconsistências, contradições, argumentos frágeis, etc. (opa! parece que quem exagerou agora fui eu). Mas pior que adolescente enciumado, parecem mais com uma criança mimada que foi contrariada.

 

(*) Partido da Imprensa Golpista

(**) São aqueles que trabalham para o PIG, fazem tudo que o dono patrão manda.

(***) Quem conhece sabe de quem estou falando, para quem não conhece não vale a pena conhecer.

publicado por Levy às 02:47
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Décio Salvaterra Filho a 24 de Novembro de 2009 às 17:18
Eu só vou assistir ao filme do Lula, se ele morrer no final.

Comentar post

Sou um cidadão brasileiro que resolveu se aventurar na blogosfera por não aguentar mais a "ditadura da mídia". O título do blog “BRAZIL 21” é uma referência as grandes mudanças que estão ocorrendo no Brasil neste início de século, mudanças que arremessam o país as primeiras posições entre os grandes países do mundo dentro de uma ou duas décadas e Brasil com "z" pelo grande sucesso e reconhecimento que está tendo no exterior, mundo afora.

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

blogs SAPO