.Cancele a Assinatura

.posts recentes

. Vamos ajudar o MSM - Movi...

. Serra recomenda “discriçã...

. Escolha de Índio para vic...

. Procura-se uma oposição s...

. O novo vice de Serra

. Tijolaço: Rede convoca Di...

. DUNGA em: Um Dia de Fúria...

. A cobertura de Lula em Is...

. FIFA elimina o Morumbi e ...

. Só São Paulo salva o tuca...

.subscrever feeds

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

Terça-feira, 30 de Março de 2010

Cientistas descobrem 2a. espécie de pássaro venenoso

do Tijolaço.com

Deu agora há pouco no Só Ciência, blog de ciência do Globo Online que cientistas descobriram na Nova Guiné uma espécie de pássaro venenosa.


Diz o blog:

O achado aconteceu por acaso. Depois de ser bicado por um pássaro, o ornitólogo Jack Dumbacher imediatamente limpou o ferimento com a boca. Pouco depois, ela começou a ficar dormente e inchar. Mais tarde, comentando o caso com outro pesquisador, soube que ele havia passado pelo mesmo problema e desconfiou a causa seria a bicada. Não deu outra. ”


“O Pitohui kirhocephalus produz uma toxina, da família das batracotoxinas, cuja toxicidade supera a de várias outras espécies de animais, como o famosos curare, usado por índios em suas flechas envenenadas.”


Embora nos registros científicos o Pitohui, que você vê aí na foto, seja o primeiro, na prática é o segundo pássaro venenoso de que se tem notícia. Antes dele já foi encontrado oSerraticus privatizocephalus, cujo habitat é no Morumbi. Mas está ameaçado de extinção como seu antepassado, o Phernandicus neoliberalis, que morreu de tristeza por ter sido impedido de falar pelos tucano-açús.

 

Veja também: cardume de serrasalminae

publicado por Levy às 03:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Março de 2010

A cegueira e os 'tablóides'

publicado por Levy às 22:19
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Março de 2010

Brasil Nação: A grande mídia. (Parte 1 e 2)

 

 

x

 

 

x

 

 

x

 

 

x

 

 

Brasil Nação: A grande mídia. (Parte 2)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Levy às 04:18
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Março de 2010

Golpe de Estado: Lula correu riscos

publicado por Levy às 02:13
link do post | comentar | favorito
|

Isso a grande mídia não mostra. Por que será?

Os números não estão batendo

publicado por Levy às 02:06
link do post | comentar | favorito
|

Criação de empregos formais bate recorde

Serviços, indústria e construção lideraram a abertura de vagas.
No bimestre, geração de empregos também é recorde histórico.

 

Alexandro MartelloDo G1, em Brasília

 

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Ministério do Trabalho, mostram que foram criados 209,4 mil empregos com carteira assinada no mês de fevereiro.

 

Este é o melhor resultado para este mês desde o início da série histórica do Caged, há 18 anos. Antes, o melhor mês de fevereiro havia sido registrado em 2008, quando foram abertas 204,9 mil vagas formais.

 

"Tal resultado situa-se 52% acima da média dos melhores saldos do Caged para o mês de fevereiro, compreendidos entre os anos de 2003 e 2008, mantendo o dinamismo observado no mês anterior", informou o Ministério do Trabalho.


 

Carnaval

 

Segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, as férias e o carnaval ajudaram na abertura de vagas no setor de Serviços em fevereiro.

 

 

 

"Todos os grandes centros de turismo carnavalesco [ficaram lotados]. Além disso, a indústria de transformação [registrou] recorde, com comportamento atípico, porque os estoques acabaram. E a construção civil que também teve comportamento recorde, e aí já é consequência dos programa Minha Casa, Minha Vida", explicou ele.

 

Janeiro e primeiro bimestre 

Em janeiro deste ano, segundo o Caged, foram criados 181,4 mil postos de trabalho com carteira assinada, o que também representou o melhor resultado de toda a série para meses de janeiro.

 

O resultado do primeiro bimestre de 2010, quando foram criadas 390,8 mil postos de trabalho com carteira assinada, também representa o melhor resultado da história para o período.

 

O ministro afirmou ainda que o mês de março também baterá novo recorde histórico na criação de empregos formais. O atual recorde para o mês foi registrado em 2008, com a abertura de 207 mil postos de trabalho com carteira assinada.  

 

Setores

O Ministério do Trabalho informou houve uma "expansão generalizada" do emprego formal em fevereiro. No mês passado, o setor que mais contratou foi o de setor de serviços, com 85,6 mil novas vagas.

 

Em segundo lugar, aparece a indústria de transformação, com a criação de 63 mil postos formais de trabalho. Em fevereiro, a construção civil criou 34,7 mil vagas e o comércio, 10,6 mil.

 

O ministro Lupi informou que os serviços, a indústria de transformação e a construção civil registraram recordes de contratação para meses de fevereiro.

 

Lupi manteve a previsão de que serão criados mais de 2 milhões de empregos com carteira assinada em todo ano de 2010, o que será o melhor ano da história para a criação de empregos formais, caso o prognóstico se confirme.

 

Regiões

O governo informou ainda que todas as regiões do país registraram "elevação expressiva" dos emprego formal em fevereiro deste ano, com três delas (Sul, Norte e Nordeste) apresentando saldos recordes.

 

Na região Sul, segundo o Ministério do Trabalho, foram criadas 49,5 mil vagas em fevereiro, enquanto na região Norte foram abertos 11,1 mil postos. No Nordeste, foram abertos 2,1 mil empregos formais no mês passado.

 

A região Sudeste liderou a criação de postos, com 120 mil vagas, o maior número absoluto, embora não represente um recorde para meses de fevereiro. Foram abertas 26 mil vagas na região Centro-Oeste.

publicado por Levy às 01:51
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Palestinos querem Lula secretário-geral da ONU

Porta-voz da Presidência palestina defendeu nome de brasileiro para cargo nas Nações Unidas.

 

do G1


O porta-voz da Presidência palestina, Mohamed Edwan, afirmou nesta quarta-feira (17) que espera que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja o próximo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, cargo que atualmente é ocupado pelo sul-coreano Ban Ki-moon.

 

Durante a visita do presidente Lula a Ramallah, na Cisjordânia, o porta-voz do presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse à BBC Brasil que "vemos o presidente Lula como nosso irmão

 

"Achamos que ele poderia ser um ótimo secretário-geral da ONU, pois é um homem de paz e de diálogo e sabe negociar de maneira inteligente e admirável", disse Edwan.

 

"O próprio presidente Abbas também pensa assim", acrescentou o porta-voz.

 

Durante a inauguração da Rua Brasil em Ramallah, os palestinos presentes aplaudiram de pé o presidente brasileiro e gritaram "Viva Lula!". Para o primeiro-ministro palestino, Salam Fayad, que falou ao lado de Lula, "muitos dos que aplaudiram não entendem português, mas o presidente Lula fala uma língua universal, que todos entendem". 

 

 Sugestão

 

O palestino brasileiro Jamil Abu Fara, de 26 anos e habitante da cidade de Hebron, estava na cerimônia e levantava um cartaz com os dizeres: "O Brasil está em nossos corações".

 

Abu Fara é um dos 5 mil palestinos de cidadania brasileira que moram na Cisjordânia. 

De acordo com o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Al Zeben, também presente no evento, o número de palestinos moradores do Brasil é de cerca de 50 mil.

 

Para o embaixador, os palestinos brasileiros "podem ser uma ponte para estreitar os laços entre o povo brasileiro e o povo palestino".

 

O embaixador afirmou ainda concordar com o desejo do porta-voz da Presidência palestina de que Lula se torne secretário-geral da ONU

 

"O presidente Lula demonstrou ser um estadista muito importante, de estatura internacional", afirmou

 

Questionado sobre a proposta dos palestinos, o assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, afirmou que "não é a primeira vez que ouço essa sugestão, (o presidente francês Nicolas) Sarkozy já havia sugerido isso no passado". 

publicado por Levy às 23:47
link do post | comentar | favorito
|

Recorde na avaliação positiva do governo Lula

Pesquisa Ibope mostra recorde na avaliação positiva do governo Lula

Em relação a mostra anterior, índice subiu três pontos percentuais.
Levantamento foi realizado por encomenda da Confederação da Indústria.

 

Foto: Eraldo Peres/AP

 

Maria Angélica de OliveiraDo G1, em São Paulo

 

A avaliação positiva do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu para 75%, segundo pesquisa Ibope realizada por encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na pesquisa anterior encomendada pela confederação, divulgada em dezembro, 72% dos entrevistados avaliavam a atuação do presidente como “boa” ou “ótima”.

 

O atual índice é o maior verificado na série histórica da pesquisa, iniciada em março de 2003, no começo do primeiro mandato do presidente. 

Em relação a dezembro, o percentual de pessoas que viam o trabalho de Lula como ruim ou péssimo era de 6% e agora caiu para 5%.  O levantamento indicou que 77% dos entrevistados confiam no presidente Lula, praticamente o mesmo percentual registrado na pesquisa anterior.

 

Entre os entrevistados, cresce a percepção que segundo mandato está sendo melhor que o primeiro, opinião compartilhada por 49% dos entrevistados.


Maneira de governar 

 

 

Segundo o Ibope, a "maneira de governar do Presidente Lula é aprovada por 83% da população".

 

 

 

O número se manteve estável: é mesmo verificado na pesquisa de dezembro. Segundo a pesquisa divulgada nesta manhã em São Paulo, outros 13% desaprovam a maneira como Lula administra o Brasil.

 

Saúde, segurança e impostos desaprovados

 

As políticas do governo foram avaliadas em nove áreas: combate à fome e à pobreza, educação, meio ambiente, combate ao desemprego, combate à inflação, taxa de juros, saúde, segurança pública e impostos. Apenas nessas três últimas (saúde, segurança pública e impostos), o percentual de desaprovação é maior do que o índice de aprovação. 

A área mais bem avaliada é a de combate à fome, com 69% de aprovação. Em segundo lugar, vem a educação, com 62%, e, em terceiro, meio ambiente, com 58%.

 

Os pesquisadores destacaram que, no que se refere ao combate ao desemprego, o percentual de aprovação voltou a um nível pré crise econômica internacional, sendo aprovado por 60%. E, pela primeira vez desde março de 2006, a aprovação (46%) foi maior do que a desaprovação (44%) na área taxa de juros, ainda que dentro da margem de erro. 

 

publicado por Levy às 23:36
link do post | comentar | favorito
|

Destruir, destruir, destruir. Eles só pensam em destruir

 

Por Luiz Carlos Azenha, no Vi o Mundo

 

José Serra quer destruir o Viomundo. Pretende fazê-lo, como sempre, recorrendo ao esgoto. Não, não é o esgoto que a Sabesp, a empresa encarregada de promover Serra em todo o Brasil, joga nos rios de São Paulo. Sim, senhores e senhoras. A Sabesp, “empresa de saúde”, pega o esgoto das casas e atira nos rios. Mas o esgoto a que Serra recorre é o de sempre: um exército de difamadores e caluniadores anônimos.


Isso diz mais sobre o caráter do homem José Serra do que sobre o político. Mostra uma necessidade obsessiva de controle, falta de aceitação de questionamentos e de opiniões diferentes. Serra, lembrem-se, é aquele que constrange repórteres ao vivo, para dar exemplo.


Sim, sim, isso também revela os métodos de um político antigo, mas não dá para dizer que Serra seja o único a fazer isso na política brasileira. Falta de caráter não é exclusividade do PSDB, do DEM ou do PT.


Eu me lembro muito bem de um perfil de Fernando Collor de Mello que a Folha de S. Paulo traçou antes da eleição e posse do “caçador de marajás”.  Gostaria muito de encontrar o artigo em algum arquivo. Não me lembro quem eram os autores, mas guardei o texto na memória porque foi profético: antecipou todos os desvios de personalidade que ficariam expostos mais tarde.


Quais são as grandes ideias de Serra? Quais foram os grandes projetos inovadores que ele tocou como governador de São Paulo? A quem ele serviu, além de à própria carreira política? Por que ele foi incapaz de limpar a calha do rio Tietê e evitar pelo menos parcialmente as enchentes que paralisaram São Paulo? Por que a Sabesp continua atirando esgoto nos rios de São Paulo? Por que os professores da educação paulista estão em greve? Por que as polícias paulistas se enfrentaram diante do Palácio dos Bandeirantes?


Em vez de responder com honestidade a essas perguntas, José Serra conta com a cobertura da grande mídia para evitá-las, recorrendo à truculência particular contra aqueles que identifica como “inimigos”: ações judiciais, calúnia, difamação, boatos e rumores. Isso vale contra qualquer um que se coloque no caminho de Serra. Trago de volta, aqui, o artigo de um assessor do governador paulista, publicado no Estadão, com o sugestivo título de “Pó pará, governador”, em que o articulista deixa implícita uma acusação gravíssima contra Aécio Neves. Se Serra é capaz de fazer isso com um colega governador, do mesmo partido, do que ele não é capaz?

 

Quando à pretensão de destruir o Viomundo, lamento informá-lo — e a seus asseclas — de que vai se dar mal. O Viomundo é uma comunidade virtual que tem cerca de 450 mil leitores por mês. Eu sou apenas um integrante dessa comunidade. Se as pessoas procuram este espaço é porque acreditam que aqui encontram informação e opinião de qualidade. Eu jamais cometeria o erro grosseiro de Serra de subestimar a inteligência, a capacidade crítica e a coragem de meus leitores diante de um político obcecado pelo controle, cujos métodos “modernos” de campanha se baseiam no assassinato de reputações, na propaganda e na desinformação.

 

Se Serra age assim como candidato, imaginem se for eleito presidente…

 

PS: Destruir parece ser uma obsessão dessa turma. Destruir o patrimônio público na privataria que beneficiou os amigos. Destruir em “acabar com o PAC”, do presidente do PSDB, Sergio Guerra. Destruir os blogueiros que eles não conseguem controlar. É caso para divã, como era o de Collor de Mello.

 

 

publicado por Levy às 23:16
link do post | comentar | favorito
|

Lula em Israel e os sionistas da mídia

do Blog do Miro

 

A política externa do governo brasileiro, bem mais altiva e soberana, é um dos principais alvos da fúria oposicionista da mídia colonizada. Na sua visita ao Oriente Médio, o presidente Lula foi novamente motivo das críticas de alguns colunistas de aluguel – talvez influenciados por lobistas sionistas. A sua recusa em visitar o túmulo de Théodor Herzl, fundador do sionismo e inspirador das ações terroristas de Israel, foi tratada como “uma gafe”, um “erro diplomático imperdoável”. 

Noblat omite e estimula a cizânia

O blogueiro oficial da Globo, Ricardo Noblat, foi um dos primeiros a alardear que “Lula provoca incidente diplomático em Israel”. A sua fonte foi o ministério das Relações de Israel, dirigido por um direitista convicto, que condenou o “desrespeito o protocolo do país”. Para instigar a cizânia, ele ainda noticiou que “Lula pretende depositar flores no túmulo de Yasser Arafat”, mas deixou de informar que também homenagearia as vítimas do holocausto. Diante das críticas que recebeu em seu blog, o irritadiço Noblat ainda desqualificou os seus leitores, tratando-os de “levianos”. 

A “informação” de Noblat e de outros veículos foi totalmente tendenciosa. O governo brasileiro não cometeu “gafes” em Israel, apenas rejeitou uma manobra da diplomacia sionista, que incluiu a visita à tumba de Théodor Herzl sem prévia consulta. A mídia colonizada preferiu mentir. Nem sequer informou que vários chefes de Estado, inclusive o francês Nicolas Sarkozy, também já se recusaram a visitar o túmulo do “pai do sionismo”. A mídia evitou até criticar o gesto grosseiro de Avigdor Lieberman, ministro das Relações Exteriores, que boicotou a comitiva brasileira. 

A “dupla moral” da mídia colonizada

No afã de combater a política externa brasileira, principalmente num ano eleitoral, a mídia venal preferiu ouvir raivosos sionistas, defensores do “holocausto palestino”. Ela deu pouco destaque ao contundente discurso de Lula, feito em pleno parlamento israelense, o Knesset, em defesa da criação do Estado Palestino, “independente, soberano, coeso e economicamente viável... Temos urgência em ver israelenses e palestinos vivendo em harmonia. Recusamos o mito de que estão fadados ao conflito, de que seus filhos estão condenados à irracionalidade da guerra”.

O atual bombardeio revela toda a hipocrisia da mídia colonizada. Ela prega “direitos humanos” em Cuba, mas silencia diante dos crimes dos EUA e do seu satélite no Oriente Médio. Segundo o jornalista Breno Altman, do sítioOpera Mundi, a imprensa padece de “dupla moral” ao satanizar Cuba e ao não informar que Israel “é um dos países com maior número de presos políticos no mundo, cerca de onze mil detentos, incluindo crianças, a maioria sem julgamento... Mais de 800 mil palestinos foram aprisionados desde 1948. As detenções atingiram também autoridades palestinas: 39 deputados e nove ministros foram seqüestrados desde junho de 2006”.

O lobby sionista nas redações

Breno lembra que “naquele país a tortura foi legitimada por uma decisão da Corte Suprema, que autorizou a utilização de ‘táticas dolorosas de interrogatório de presos sob custódia do governo’” e que Israel desrespeitou todas as decisões da ONU sobre partilhas dos territórios. “Mais de 750 mil palestinos foram expulsos de seu país desde então. Israel demoliu número superior a 20 mil casas de cidadãos não-judeus apenas entre 1967 e 2009. Construiu, a partir de 2004, um muro com 700 quilômetros de extensão, que isolou 160 mil famílias palestinas, colocando as mãos em 85% dos recursos hídricos das áreas que compõem a atual Autoridade Palestina”.

Diante destes fatos inquestionáveis, nada justifica as “gafes” de alguns colunistas. É sabido que os lobbies sionistas freqüentam assiduamente as redações de vários veículos, mas os jornalistas deveriam ter mais de dignidade e ética profissional no trato deste delicado tema. Daí a justificada indignação de Breno Altman contra a “dupla moral” dos meios de comunicação e dos políticos conservadores. “Nada se ouve tampouco de alguns personagens presumidamente progressistas, sempre tão céleres quando se trata de apontar o dedo acusador contra a revolução cubana”.

publicado por Levy às 23:05
link do post | comentar | favorito
|

Sou um cidadão brasileiro que resolveu se aventurar na blogosfera por não aguentar mais a "ditadura da mídia". O título do blog “BRAZIL 21” é uma referência as grandes mudanças que estão ocorrendo no Brasil neste início de século, mudanças que arremessam o país as primeiras posições entre os grandes países do mundo dentro de uma ou duas décadas e Brasil com "z" pelo grande sucesso e reconhecimento que está tendo no exterior, mundo afora.

.Clima

.Sua velocidade

Velocimetro RJNET

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

blogs SAPO